Tradução

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

MISTURAR A PALAVRA COM FÉ

MISTURAR A PALAVRA COM FÉ


Nós somos gratos a Deus porque temos fé, que vem de Deus. Quando recebemos a palavra de Deus, temos de misturá-la com a fé, que é o nosso espírito. Esse espírito também é chamado de espírito da fé. Quando a Bíblia diz que devemos ouvir a palavra misturando-a com a fé, precisamos praticar isso exercitando o nosso espírito.

Isso é misterioso para o homem. Se você perguntar às pessoas na rua de que modo exercitam o corpo ou a alma, elas saberão responder perfeitamente. Mas se questionar como exercitar o espírito, provavelmente responderão que precisam ir à igreja para isso. Na verdade, não precisamos ir até um lugar físico. Precisamos ir até o espírito. Como entrar no espírito? Por meio do nome do Senhor! O nome do Senhor tem nos dado a chave para abrir nosso espírito: Ó Senhor Jesus!

Ninguém pode dizer que Jesus é o Senhor, exceto pelo Espírito Santo (1ª Co 12:3).Toda vez que invocamos o nome do Senhor, exercitamos nosso espírito; quando ouvimos a palavra, precisamos estar no espírito, exercitando o espírito. É por isso que dizemos “Amém!” entre nós, especialmente quando alguém está profetizando. Não é porque gostamos de fazer isso, mas porque o Senhor é o Amém! Quando dizemos “Amém!”, estamos invocando o nome do Senhor (2 Co 1:20).

Precisamos aprender a misturar a palavra que ouvimos com a nossa fé, orando enquanto a ouvimos. Nós também precisamos aprender a ouvir a palavra ao mesmo tempo em que invocamos o nome do Senhor. É por isso que quando ouvimos a palavra pensando que ela é boa para outra pessoa, ela deixa de ser proveitosa para nós, porque não estamos misturando a palavra com a nossa fé, com o nosso espírito. Por isso precisamos invocar e orar no espírito, recebendo a palavra e contatando Deus.

Também é por essa razão que se você simplesmente pega a palavra dita por algum irmão e testifica: “O irmão diz que nós precisamos disso... essa é uma boa palavra”, isso não é fé, porque a fé vem de Deus. Se não contatarmos Deus, não teremos fé.

No fim do primeiro século da era cristã, muitos crentes haviam memorizado as palavras do apóstolo Paulo, mas lhes faltava ir a Cristo para ganhar fé. Eles podiam ter boa memória, e até eloqüência, mas lhes faltava fé. Então o apóstolo João os ajudou a praticar as palavras que Paulo havia dito. Esse foi o ministério remendador de redes do apóstolo João.

Por isso alguns se tornam grandes discursadores, mas lhes falta realidade, porque somente o Senhor é o Espírito da realidade. Não basta que o que falamos esteja correto, é necessário que haja fé. João ajudou os crentes a esse respeito, quando disse: “No Princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus” (João 1:1). Ele estava mostrando que a palavra é Deus, que a palavra não vem de Paulo. Paulo foi usado para trazer a palavra, mas a palavra é Deus, e nós precisamos ir até Ele.

Por outro lado, claro que a palavra de Paulo é diferente daquela que nós estamos compartilhando neste momento, por exemplo, porque a palavra de Paulo tornou-se a própria Palavra de Deus, a Bíblia. Paulo e os outros apóstolos são diferentes porque eles se tornaram os pilares, e eles serão os fundamentos da Nova Jerusalém. Eles foram usados para lançar a Palavra de Deus. A explanação deles é diferente de quando alguém está sendo usado para explanar a palavra de Deus hoje em dia.

Hebreus 11:2 diz: “Pois, pela fé, os antigos obtiveram bom testemunho”. Os antigos são os patriarcas; eles iniciaram a história do homem com Deus. “Pela fé, entendemos que foi o universo formado pela palavra de Deus, a maneira que o visível veio a existir das coisas que não aparecem” (v. 3). Tudo isso é pela fé; é Deus por Si mesmo; não é pela capacidade da mente. Não diga “Agora eu entendo, agora eu tenho fé”, não, entender não é fé; fé vem de Deus, mas ela é entendimento espiritual e isso vem de Deus, como o Senhor Jesus quando apresentou a parábola do semeador (Mt 13:1-9, Mc 4:1-9, Lc 8:4-8). Ele apresentou a parábola do semeador, mas muitas pessoas não entenderam. Mais tarde o Senhor explicou a parábola (Mt 13:10-23, Mc 4:10-20, Lc 8:9-15) e somente então eles receberam a palavra. Aquela explanação veio do Senhor, e é diferente de quando alguém explica e a outra pessoa entende. Nós entendemos pela fé! Por que aceitamos que o universo foi criado por Deus? É pela fé, pois não estávamos lá.